Radio Atlântida

terça, 12 novembro 2019 09:44

Pneumonia é uma das principais causas de internamento e de mortalidade em Portugal, afirma médica pneumologista

A pneumonia é a causa mais frequente de internamento hospitalar por doenças respiratórias crónicas em Portugal. Quem o diz é a médica pneumologista do Hospital Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, que falava, à Atlântida, em pleno Dia Mundial da Pneumonia. 

Alexandra Carreiro diz que, desde 2015, as doenças respiratórias são a terceira causa de morte a nível mundial e em Portugal é responsável por cerca de 19% dos óbitos.

 

 “Sabemos que os óbitos por doenças respiratórias, 44,6% destes, deveram-se a pneumonias e este número é, particularmente, relevante para nós, porque é uma patologia que é potencialmente curável e, até mesmo, evitável”, afirma a especialista. Alexandra Carreiro refere, ainda, que “relevante para nós é a doença pulmonar obstrutiva crónica”, afirmando que “é um grande motivo de internamento a nível nacional e, principalmente, ao nível da Região Autónoma dos Açores, dado a sua associação com o alto consumo de tabaco que temos na ilha”, acrescentando que “sabemos que a mortalidade por doença pulmonar obstrutiva crónica, em 2016, foi responsável por 20,7% do total dos óbitos que temos registados por patologia respiratória”.

  

A médica salientou, ainda, que as doenças respiratórias crónicas têm grande impacto na qualidade de vida, na morbidade dos doentes e na mortalidade, havendo, ainda, custos elevados, quer em termos de terapêuticas, quer de recursos tecnológicos avançados. 

 

Pessoas com mais de 65 anos e que residem ou frequentem lares; doentes com doenças crónicas, nomeadamente doenças respiratórias crónicas, cardiovasculares, hepáticas, diabetes, entre outros; prestadores de cuidados de saúde; indivíduos com imunidade deprimida são algumas das pessoas em risco de ter pneumonia.

 

Alexandra Carreiro revela que os sintomas “podem ser muitos ou, até, nenhuns”.

 

 “Ter em atenção alguns grupos de risco, nomeadamente e falando nos doentes adultos, os doentes mais idosos, muitas vezes, não se manifestam com os sintomas típicos de pneumonia”, afirmou a médica pneumologista, revelando que os sintomas típicos são “a tosse, a expectoração, a febre, muitas vezes, acompanhada, também, por um mau estar geral”. Alexandra Carreiro referiu que “nos mais idosos esses sintomas podem não ser tão evidentes podendo ter outros sintomas, tais como as alterações do estado geral; vómitos; um doente que fique mais parado, sem vontade de se mexer e, isso, num idoso é um fator de alarme e que devemos ter algum cuidado, principalmente, neste grupo de risco”. No que diz respeito às crianças, a especialista diz que “devem ter em atenção às queixas como a tosse, a expectoração e a febre, mas, também, se a criança tem alguma alteração do seu estado geral e que não é o seu estado habitual, principalmente nesta altura do ano, temos de pensar em infeções respiratórias, nomeadamente pneumonias”. 

 

Vacinação das crianças de acordo com o plano de vacinação do Serviço Nacional de Saúde; vacinação de adultos, com a vacina da gripe; lavar frequentemente as mãos; evitar o contacto com pessoas que  apresentam sintomas de infeção; adoção de estilos de vida saudáveis; cuidados dentários; evitar as diferenças de temperaturas; arejar locais fechados e uso criterioso de antibióticos são alguns dos cuidados a ter para prevenir a pneumonia. 

 

A médica afirmou que os casos de pneumonia, de uma forma geral, aparecem no inverno, “associados ao pico da gripe, entre dezembro e fevereiro”. No entanto, Alexandra Carreiro diz que têm verificado “que há pneumonias em meses do verão”, referindo que “o perfil da pneumonia está a mudar”, muito devido “às alterações climáticas”. 

 

A especialista alertou, também, para o facto de termos um aumento das doenças respiratórias crónicas em São Miguel que muito tem a ver com o consumo do tabaco; o envelhecimento da população; literacia na saúde; deficiente acompanhamento das doenças respiratórias; dificuldade de acesso aos cuidados de saúde primários; elevado preço dos medicamentos e falta de estatuto de doença crónica dos doentes respiratórios. 

 

A pneumonia é uma infecção que se instala nos pulmões e é provocada pela penetração de um agente infecioso ou irritante, como bactérias, vírus, fungos e por reações alérgicas, no espaço alveolar, onde ocorre a troca gasosa.

 

Informação Adicional

  • Fonte: Rádio Atlântida
 

 

Destaques

  • 1
  • 2
  • 3
 

Top Atlântida

1. MAROON 5
Girls Like You
2. DAVID GUETTA feat. SIA
Flames
3. IMAGINE DRAGONS
Natural
4. LADY GAGA feat. BRADLEY COOPER
Shallow
5. CALVIN HARRIS feat. SAM SMITH
Promises
6. CHEAT CODES feat. LITTLE MIX
Only You
7. LAUV
I like me better
8. TOM WALKER
Leave a light on
9. FREYA RIDINGS
Lost Without You
10. VITOR KLEY
O Sol

Últimas Notícias

 

Live Cam

Inquérito Atlântida

Já alguma vez doou sangue?

 

Pedido de Informações:

Contactos:

  (+351) 296201910
    (+351) 917209720
    (+351) 963232222
  geral@radioatlantida.net

Morada:

Rua Bento José Morais
nº23, Andar: 5º Sul
9500-772 Ponta Delgada
São Miguel – Açores