Radio Atlântida

quinta, 08 agosto 2019 11:14

Grupos de Ação Local da Pesca dos Açores receberam 50 candidaturas para projetos que dinamizem comunidades piscatórias

O Diretor Regional das Pescas afirmou, em Santa Cruz da Graciosa, que a atividade da pesca “enfrenta, desde há vários anos, desafios fundamentais para o seu futuro”, nomeadamente a revolução tecnológica e a economia azul, bem como as novas exigências no consumo e as novas oportunidades de mercados de valor acrescentado.

 

Luís Rodrigues ressalvou, no entanto, que a sustentabilidade na exploração dos recursos e dos ecossistemas marinhos "está, obviamente, no centro desses desafios”.

 

O Diretor Regional falava quarta-feira no I Festival do Peixe Seco, uma iniciativa da GRATER-Mar, um dos três Grupos de Ação Local para a Pesca (GAL-Pesca) criados nos Açores, em parceria com a Associação de Pescadores Graciosenses.

 

  

Luís Rodrigues afirmou que, “com uma estreita ligação ao tecido social, económico e institucional nas ilhas, os GAL-Pesca têm como objetivo desenvolver, diversificar e promover a competitividade da economia e a melhoria das condições de vida das comunidades costeiras, particularmente das comunidades piscatórias”.

 

O Governo dos Açores promoveu a implementação de Medidas de Desenvolvimento Local de Base Comunitária (DLBC), que se consubstanciou na construção dos GAL-Pesca que participam na avaliação e decisão sobre projetos aprovados para cada um dos três territórios (Corvo, Flores, São Jorge, Pico e Faial; Graciosa e Terceira; Santa Maria e São Miguel).

 

Neste sentido, o Diretor Regional destacou o facto de terem sido efetuadas cinco dezenas de candidaturas aos primeiros avisos abertos no âmbito das medidas de Desenvolvimento Local de Base Comunitária, que correspondem a um valor de investimento de cerca de dois milhões de euros.

 

“Queremos diversificar e dinamizar as economias locais costeiras, através do empreendedorismo, da promoção do emprego sustentável e qualificado, da revitalização dos mercados locais, da integração e da inovação social”, afirmou.

 

Segundo Luís Rodrigues, prevê-se que, no âmbito das medidas DLBC, sejam criadas nos Açores “mais de 15 empresas e cerca de 40 postos de trabalho”.

 

No âmbito da promoção das medidas DLBC nos Açores, o Diretor Regional lembrou a organização do I Fórum Internacional Socioeconómico, que trouxe ao arquipélago vários GAL-Pesca de dezenas de países e regiões da Europa que apresentaram dezenas de projetos desenvolvidos com sucesso e passiveis de serem aplicados nos Açores.

 

O I Festival de Peixe Seco da Graciosa juntou vários atores da fileira da pesca com objetivo de promover um dos produtos mais emblemáticos desta ilha.

 

Para o Diretor Regional, “é um bom exemplo no que respeita à promoção da valorização dos produtos da pesca, mas também uma iniciativa de cariz formativo, que promove a reflexão e o debate”.

 

Este festival, segundo Luís Rodrigues, vai ao encontro da iniciativa 'Pesca na Ilha', criada em 2018 pela Direção Regional das Pescas e que tem como objetivo ligar um produto da pesca à identidade de cada ilha do arquipélago, através da organização de pequenos fóruns de discussão, envolvendo a investigação, a gestão, a produção e a restauração.

Informação Adicional

  • Fonte: Gacs
 

 

Destaques

  • 1
  • 2
  • 3
 

Top Atlântida

1. MAROON 5
Girls Like You
2. DAVID GUETTA feat. SIA
Flames
3. IMAGINE DRAGONS
Natural
4. LADY GAGA feat. BRADLEY COOPER
Shallow
5. CALVIN HARRIS feat. SAM SMITH
Promises
6. CHEAT CODES feat. LITTLE MIX
Only You
7. LAUV
I like me better
8. TOM WALKER
Leave a light on
9. FREYA RIDINGS
Lost Without You
10. VITOR KLEY
O Sol

Últimas Notícias

 

Live Cam

Inquérito Atlântida

Já alguma vez doou sangue?

 

Pedido de Informações:

Contactos:

  (+351) 296201910
    (+351) 917209720
    (+351) 963232222
  geral@radioatlantida.net

Morada:

Rua Bento José Morais
nº23, Andar: 5º Sul
9500-772 Ponta Delgada
São Miguel – Açores