Imprimir esta página
quinta, 08 agosto 2019 09:40

Avelino Meneses determina continuidade de experiência-piloto no âmbito da educação inclusiva

O Secretário Regional da Educação e Cultura determinou a continuidade, no ano letivo 2019/2020, da experiência-piloto de inovação pedagógica no âmbito da educação inclusiva, criada nos Açores em 2018.

 

Avelino Meneses, num despacho hoje publicado em Jornal Oficial, alarga esta experiência-piloto às escolas básicas integradas de Rabo de Peixe e dos Arrifes e às secundárias da Ribeira Grande e Tomás de Borba no ano letivo que se inicia a 16 de setembro.

 

A continuidade e alargamento deste projeto, que teve início no ano letivo 2018/2019 na Escola Básica Integrada Francisco Ferreira Drummond, assenta na “experiência obtida” e na necessidade  de “se refletir sobre o papel da escola e o modo com esta vê os alunos e como se organiza para dar resposta a todos eles”.

   

O despacho do titular da pasta da Educação considera igualmente a necessidade de se "abandonar o modelo de legislação especial para alunos especiais”, bem como “o modelo de categorização dos alunos”, sendo necessário, por isso, adotar um modelo que “tenha por base a adoção de respostas educativas adequadas para todos os alunos, no pressuposto de que qualquer aluno pode, a qualquer momento do seu percurso escolar, necessitar de medidas de suporte à aprendizagem”.

 

Avelino Meneses refere neste despacho que “o respeito pelo princípio da educação inclusiva, pela integração de todos os alunos, pelo direito de todos à educação e de reduzir a exclusão, pressupõem que cada escola reconheça a necessidade de encontrar formas de lidar com a diferença dos seus alunos e os benefícios dessa diversidade, através da adequação dos processos de ensino às caraterísticas e condições individuais de cada um, recrutando os recursos de que dispõe para que todos aprendam e participem ativamente na vida da escola”.

 

Neste contexto, a Secretaria Regional da Educação promoveu um projeto-piloto na Escola Básica Integrada Francisco Ferreira Drummond com o propósito de implementar nos Açores, a título experimental, o desenho universal para a aprendizagem e a abordagem multinível no acesso ao currículo, veiculado pelo Regime Jurídico da Educação Inclusiva, e que agora se alarga a outras quatro unidades orgânicas do sistema educativo regional.

Informação Adicional

  • Fonte: Gacs

Itens relacionados