Imprimir esta página
quarta, 07 agosto 2019 11:08

INE revela que há mais 2.823 empregados nos últimos 12 meses e que os Açores atingem o maior valor de emprego desde que há registo

A Diretora Regional do Emprego e Qualificação Profissional salientou, na Ribeira Grande, os resultados divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) referentes ao emprego no segundo trimestre deste ano, segundo os quais “os Açores atingem o maior valor de sempre da população empregada desde que existe série estatística (1985)”.

 

“Os dados estatísticos hoje divulgados revelam que há atualmente 114.979 Açorianos empregados, o que representa o maior valor de emprego de sempre registado nos Açores”, afirmou Paula Andrade, à margem de uma visita à empresa Alliance Healthcare, ao abrigo das medidas de apoio ao emprego.

 

“Os cerca de 115 mil Açorianos empregados significam que nunca houve tantos Açorianos no mercado de trabalho e que, no último ano, se voltou a verificar um aumento muito significativo do emprego, existindo hoje mais 2.823 Açorianos empregados do que há um ano e mais 7.048 Açorianos a trabalhar do que havia no início desta legislatura, no final de 2016”, frisou.

 

  

Segundo a Diretora Regional do Emprego e Qualificação Profissional, o INE apresenta também outros dados que colocam em evidência a trajetória clara de crescimento do emprego na Região.

 

“Para além do crescimento muito significativo do emprego, esta realidade é acompanhada por um aumento muito significativo da população ativa, que representa já 125.289 Açorianos, sendo este também o maior valor registado na atual série do Inquérito ao Emprego”, revelou Paula Andrade, acrescentando que este valor é a “materialização de um aumento extraordinário da população ativa, em apenas três meses, em mais 3.210 Açorianos, de acordo com o INE”.

 

Para a Diretora Regional, os dados agora conhecidos “confirmam o mérito das políticas públicas implementadas pelo Governo dos Açores, que corresponderam a mais uma redução da taxa de desemprego, que baixou para 8,2%, voltando a atingir o menor valor da taxa de desemprego da atual série desde 2011”.

 

Por outro lado, Paula Andrade referiu que a redução da taxa de desemprego não foi maior porque “com este grande aumento da população empregada nos Açores, verificou-se, ao mesmo tempo, um crescimento extraordinário da população ativa nos últimos três meses na Região”.

 

A Diretora Regional salientou ainda que, “com este mesmo aumento do emprego, a taxa de desemprego nos Açores teria baixado para apenas 5,8% se a população ativa tivesse estabilizado face ao trimestre anterior “.

 

“Os dados do INE comprovam que a estratégia que o Executivo empreendeu nos últimos anos, visando a promoção do crescimento do emprego e a redução do desemprego, tem vindo a dar resultados”, sublinhou Paula Andrade, frisando, no entanto, que “há ainda desafios com os quais nos confrontamos ao nível social e económico, e que queremos continuar a enfrentar e a melhorar cada vez mais”.

Informação Adicional

  • Fonte: Gacs

Itens relacionados