Radio Atlântida

segunda, 15 julho 2019 19:51

Governo dos Açores promove nova certificação de atum para mercados de alto valor

O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia destacou hoje, na Horta, o trabalho que tem vindo a ser feito pelo Governo dos Açores, em parceria com a Associação de Produtores de Atum e Similares dos Açores (APASA) e a Federação das Pescas dos Açores, no âmbito de uma estratégia para valorizar o atum capturado em águas açorianas.

 

Gui Menezes falava aos jornalistas à margem de uma reunião com representantes do departamento de pescas e aquacultura da associação alemã Naturland, entidade responsável pela certificação de produtos comercializados em mercados de alto valor.

 

“O objetivo desta certificação é conseguirmos mais valias para a pescaria do atum”, declarou o Secretário Regional, realçando que esta ação “faz parte dos esforços” do Executivo açoriano, no âmbito do Plano para a Valorização do Atum.

 

  

“Temos falado com vários ‘players’ que estão no mercado e temos feito formações junto de armadores e pescadores para a valorização do atum patudo”, salientou, recordando “uma série de diligências” efetuadas para que, de facto, “o atum tenha o valor que merece, atendendo àquilo que são as nossas práticas”.

 

O Secretário Regional frisou que, na Região, são utilizadas técnicas sustentáveis de pesca, como a arte de salto e vara, defendendo, que este é um fator que se deve constituir como “uma mais valia” para os armadores e para a indústria conserveira.

 

Gui Menezes lembrou que o percurso de certificação da pescaria do atum nos Açores começou, em 1998, com as certificações ‘Dolphin Safe’ e ‘Friend Of the Sea’, que serão agora reforçadas.

 

“Estamos convencidos de que temos todas as condições para mais esta certificação, sem necessitarmos de grandes alterações, porque as práticas que a Naturland defende, as práticas de pesca sustentável, são aquelas que nós utilizamos”, disse.

 

Neste sentido, o titular da pasta das pescas defendeu que a Região “tem todas as condições para entrar em mercados mais exigentes, do ponto de vista da sustentabilidade e da ecologia e da defesa dos oceanos”.

 

O Secretário Regional adiantou que a obtenção da certificação da Naturland ainda deverá demorar “alguns meses”, salientando, no entanto, que algumas conserveiras regionais já trabalham com a distribuidora internacional Fish4ever, que tem critérios de sustentabilidade semelhantes.

 

Gui Menezes defendeu a importância de promover “a notoriedade e a boa imagem” das conservas e do peixe açorianos, bem como as práticas sustentáveis de captura do atum.

 

A Naturland, uma das maiores associações de produção biológica e sustentável no mercado germânico e que se estende a mais de 40 países, está a realizar uma visita de trabalho à Região, estando previstas visitas a conserveiras e a atuneiros, com o objetivo de certificar o atum capturado nos Açores e de promover a sua exportação para os mercados alemão, suíço e austríaco.

 

Refira-se que, em 2018, a pesca de tunídeos rendeu na primeira venda em lota na Região 12,1 milhões de euros.

 

Na reunião que decorreu esta tarde, na Horta, participaram também representantes da APASA, da Federação das Pescas dos Açores, da International Pole & Line Foundation (IPNLF), da Associação “Pão do Mar”, do Programa de Observação para as Pescas dos Açores (POPA) e do Observatório do Mar dos Açores.

Informação Adicional

  • Fonte: Gacs
 

 

Destaques

  • 1
  • 2
  • 3
 

Top Atlântida

1. MAROON 5
Girls Like You
2. DAVID GUETTA feat. SIA
Flames
3. IMAGINE DRAGONS
Natural
4. LADY GAGA feat. BRADLEY COOPER
Shallow
5. CALVIN HARRIS feat. SAM SMITH
Promises
6. CHEAT CODES feat. LITTLE MIX
Only You
7. LAUV
I like me better
8. TOM WALKER
Leave a light on
9. FREYA RIDINGS
Lost Without You
10. VITOR KLEY
O Sol

Últimas Notícias

 

Live Cam

Inquérito Atlântida

Já alguma vez doou sangue?

 

Pedido de Informações:

Contactos:

  (+351) 296201910
    (+351) 917209720
    (+351) 963232222
  geral@radioatlantida.net

Morada:

Rua Bento José Morais
nº23, Andar: 5º Sul
9500-772 Ponta Delgada
São Miguel – Açores