Radio Atlântida

quarta, 03 julho 2019 16:12

Festas do Divino Espírito Santo de Ponta Delgada promovem a economia circular

Festas do Divino Espírito Santo de Ponta Delgada promovem a economia circular CMPD

As Grandes Festas do Divino Espírito Santo de Ponta Delgada decorrem de 11 a 14 de julho, no maior município micaelense. A XVI edição dará destaque à questão ambiental.  

 

Na apresentação do evento, que decorreu esta quarta-feira, o presidente da Câmara de Ponta Delgada falou das “certezas da importância da organização destas festas”, afirmando que estas são “bem acolhidas não só pelos residentes, como pela diáspora”, como, também, por “turistas que cada vez mais se surpreendem” com a festa.

 

José Manuel Bolieiro disse, ainda, que estas festividades são a “ identidade cultural do povo”.  

  

  “É componente identitária da açorianidade e não é por acaso que a própria Região Autónoma dos Açores, enquanto pessoa pública, política e com órgãos de governo próprio, escolheu, para celebrar o feriado regional e para comemorar a autonomia política dos Açores, a segunda-feira do Divino Espírito Santo”, disse Bolieiro, acrescentando que “há, portanto, uma identidade popular do povo com esta devoção”. O edil afirmou que “outra certeza que temos é que é uma festa do povo, pelo povo e para o povo”, referindo que também “sinaliza com evidência inspirada, com certeza, na terceira pessoa da Trindade do Divino Espírito Santo, uma prática popular, uma atitude solidária e de partilha, entre comunidades e entre pessoas”.

 

Outra certeza vincada pelo autarca é que esta iniciativa se afirmou como “um cartaz turístico”, salientando o facto de haver um calendário regular, recordando que as festas se realizam sempre na segunda semana do mês de julho, permitindo, assim, uma melhor programação de viagens para todos os que querem vir assistir.

 

Bolieiro agradeceu o envolvimento da população, de todas as mordomias e juntas de freguesia, dos dadores; da paróquia de São Sebastião; das entidades privadas; dos colaboradores da autarquia; dos voluntários; entre outros, na colaboração destas festividades.

 

O autarca evidenciou, ainda, a presença de D. Carlos Azevedo, Bispo do Conselho Pontifício da Cultura do Vaticano, que vai proferir a conferência inaugural intitulada “Dimensões Missionárias da Devoção ao Santo Cristo e ao Espírito Santo” e presidir a missa da coroação, no domingo, dia 14 de julho. José Manuel Bolieiro destacou, ainda, a presença do presidente das Festas do Espírito Santo de Nova Inglaterra, João Medeiros, e de Pedro Folgado, presidente da Câmara Municipal de Alenquer, onde, também, realizam estas festas.

 

Por seu turno, Pedro Furtado, vereador do município de Ponta Delgada e coordenador-geral da iniciativa, destacou a novidade deste ano que se prende com a questão ambiental.

 

 “O nosso objetivo é do desperdício 0. Em edições anteriores promovemos, sempre, a separação dos resíduos, mas houve sempre resíduos que tiveram como destino final o aterro e na edição deste ano vamos procurar que isso não aconteça”, afirmou o vereador, acrescentando que “todo o material resíduo que for produzido nas Grandes Festas dos Espírito Santo terá dois destinos: o da separação e o da reutilização”. Pedro Furtado revelou que “no Campo de São Francisco vamos ter sete tipos de contentores diferentes, cada um com o seu tipo de resíduo, para que possam ser devidamente encaminhados não só para a reutilização, como, também, para a sua separação da MUSAMI”.

 

No quarto do Espírito Santo, que vai abrir ao público sexta-feira, dia 12, estarão expostas cerca de 110 bandeiras e 100 coroas.

 

Destaque para sábado, onde decorrerá a partilha popular das sopas do Espírito Santo, em que serão servidas entre 12 000 a 13 000 sopas e o Cortejo Etnográfico das 24 freguesias do concelho.  

 

Exposições fotográficas, concurso de massa sovada, espaço de artesanato, recitação do terço são outras das atividades programadas para os quatro dias de festa.

 

Relativamente à animação musical, estará a cargo da Vox Cordis; da Banda Minerva, dos Ginetes; Grupo de Violas da Relva; Grupo de Folias do Espírito Santo da Covoada; Tuna de Mouronho, de Coimbra; Grupo “Brumas da Terra”, dos Arrifes; cantigas ao desafio; Grupo de Cantares “Vozes do Mar do Norte”, de Rabo de Peixe; e dos Tunídeos – Tuna Masculina da Universidade dos Açores.

 

 As festividades têm um investimento, este ano, de 120 mil euros.

 

As Grandes Festas do Divino Espírito Santo de Ponta Delgada acontecem de 11 a 14 de julho, na maior cidade açoriana, em São Miguel. 

Informação Adicional

  • Fonte: Rádio Atlântida
 

 

Destaques

  • 1
  • 2
  • 3
 

Top Atlântida

1. MAROON 5
Girls Like You
2. DAVID GUETTA feat. SIA
Flames
3. IMAGINE DRAGONS
Natural
4. LADY GAGA feat. BRADLEY COOPER
Shallow
5. CALVIN HARRIS feat. SAM SMITH
Promises
6. CHEAT CODES feat. LITTLE MIX
Only You
7. LAUV
I like me better
8. TOM WALKER
Leave a light on
9. FREYA RIDINGS
Lost Without You
10. VITOR KLEY
O Sol

Últimas Notícias

 

Live Cam

Inquérito Atlântida

Já alguma vez doou sangue?

 

Pedido de Informações:

Contactos:

  (+351) 296201910
    (+351) 917209720
    (+351) 963232222
  geral@radioatlantida.net

Morada:

Rua Bento José Morais
nº23, Andar: 5º Sul
9500-772 Ponta Delgada
São Miguel – Açores