Imprimir esta página
quarta, 27 março 2019 17:35

Investir nas infraestruturas agrícolas é capacitar o setor para vencer os desafios do futuro, afirma João Ponte

Investir nas infraestruturas agrícolas é capacitar o setor para vencer os desafios do futuro, afirma João Ponte Gacs

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas afirmou hoje, nas Flores, que os investimentos públicos que têm vindo a ser feitos ao nível das infraestruturas agrícolas nos Açores visam capacitar o setor para vencer os desafios futuros, contribuindo para reduzir custos de produção, aumentar a eficiência e a competitividade das explorações agrícolas.

 

“Só nos últimos quatro anos, o Governo dos Açores investiu, em toda a Região, cerca de 40 milhões de euros em infraestruturas e isso dá bem nota do reconhecimento da importância deste tipo de investimento para capacitar o setor, criar melhores condições de trabalho e ajudar indiretamente o rendimento dos agricultores”, salientou João Ponte na inauguração da obra de beneficiação do Caminho Rural da Caldeira Rasa – Terreiros, cerimónia presidida pelo Presidente do Governo, Vasco Cordeiro.

 

Na sua intervenção, João Ponte considerou que quando se melhoram as condições de uma via, quando se reforça o abastecimento de água e a eletrificação das explorações estão a ser dadas melhores condições de trabalho aos agricultores, a contribuir para a redução de custos na sua atividade e para a melhoria do desempenho da competitividade das explorações.

  

O Secretário Regional destacou ainda que a modernização do setor agrícola “é um facto incontestável”, que pode ser atestado, por exemplo, pela grande adesão dos agricultores ao programa PRORURAL+, fazendo com que presentemente a taxa de compromisso seja bastante elevada e a taxa de execução esteja próxima dos 60%.

 

Para João Ponte, estes indicadores transmitem a confiança que os diferentes parceiros têm na agricultura, pois, se assim não fosse, não investiriam na agricultura, e, por outro lado, confirma a capacitação da agricultura para vencer os desafios do futuro.

 

“Se tivermos um setor modernizado, melhor infraestruturado e com capacidade para produzir com menos custos e de forma mais eficiente, é mais fácil assegurarmos a sustentabilidade no futuro da agricultura nos Açores”, disse João Ponte.

 

Por outro lado, o Secretário Regional destacou a grande adesão de jovens à agricultura nos Açores, revelando que recentemente foram aprovadas mais 80 candidaturas de primeiras instalações nas fileiras do leite, da carne e da diversificação agrícola.

 

“Trata-se de um dado muito relevante, pois permite o rejuvenescimento do setor e trazer mais energia, novas competências, mais inovação, para garantir no futuro uma agricultura mais forte, próspera, mais eficiente e capaz de produzir produtos com mais valor acrescentado”, referiu João Ponte, recordando que o Governo Regional tem em preparação vários programas com o objetivo de apoiar a modernização e o rejuvenescimento do setor.

 

Relativamente ao caminho rural agora inaugurado, localizado nas freguesias do Mosteiro e da Fajãzinha, no concelho das Lajes das Flores, João Ponte salientou que se trata de um investimento de 400 mil euros, que beneficia 50 hectares de pastagem permanente e duas dezenas de agricultores.

Informação Adicional

  • Fonte: Gacs

Itens relacionados