Radio Atlântida

quarta, 30 janeiro 2019 22:41

Secretário Regional da Saúde recebeu estudo sobre comportamentos aditivos e dependências nos Açores

Secretário Regional da Saúde recebeu estudo sobre comportamentos aditivos e dependências nos Açores Gacs

O Secretário Regional da Saúde recebeu hoje o Estudo com a Análise Descritiva dos Consumos de Substâncias Psicoativas na Região, realizado por um grupo de investigadores da Universidade dos Açores.

 

“Este documento traduz o diagnóstico dos comportamentos aditivos e servirá de base, numa segunda etapa, durante o mês de fevereiro, aos modelos explicativos sobre as causas e as medidas preventivas e corretivas a adotar”, adiantou Rui Luís, acrescentando que o estudo partiu de uma amostra inicial de 1.500 alunos.

 

"Por nossa decisão e para se obter o máximo de exatidão nos resultados, decidiu-se alargar os inquéritos a todos os alunos do 7.º ao 12.º ano, ou seja, a 12.600 alunos, o que levou a um processo mais moroso”, referiu o titular da pasta da Saúde.

 

Rui Luís afirmou que agora segue-se o momento de analisar a informação proveniente do estudo para reforçar as medidas em curso e definir prioridades de atuação nesta área.

 

No dia em que o SICAD - Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências também apresentou o relatório anual com os dados nacionais relativos à situação do país em matéria de drogas e toxicodependências e álcool para o ano de 2017, o Secretário Regional salientou que os jovens açorianos estão gradualmente a assimilar competências ao nível da prevenção da saúde e dos comportamentos de risco.

 

“Há progressos assinaláveis na redução do consumo de substâncias nos jovens açorianos com 18 anos, que constam do mais recente inquérito realizado a 2.531 jovens, no Dia da Defesa Nacional, relativo a 2017", afirmou, alertando, no entanto, que "é necessário continuarmos a estar atentos e interventivos no seu acompanhamento”.

 

Rui Luís, que falava, em Ponta Delgada, à margem das visitas que realizou às associações Alternativa e Solidaried’arte, sublinhou que, no inquérito aos jovens, os Açores são a região que apresenta a menor prevalência de consumo de álcool ao longo da vida (86%) e nos últimos 12 meses (80,3%).

 

Neste parâmetro foi também registada uma descida percentual tanto na embriaguez como no 'binge drinking' (consumo de quatro a seis bebidas numa só ocasião), colocando os Açores como a segunda região do país com menor percentagem de consumo nocivo.

 

Comparando as respostas dadas pelos jovens em 2016 e em 2017, verifica-se também uma descida na prevalência do consumo de todas as substâncias psicoativas e de todas as substâncias ilícitas nos últimos 12 meses.

 

“Por exemplo, no consumo de tabaco, nos últimos 30 dias, foi registada uma redução de 46,3% para 41,9% (4,4pp), e nas substâncias ilícitas de 19,8% para 14,4% (4,1pp). Descolámos do topo da tabela em relação a algumas substâncias e é certo que, no global, há uma tendência de decréscimo dos valores”, reforçou Rui Luís.

  

Relativamente ao consumo de substâncias ilícitas, os Açores mantêm a maior prevalência no consumo de anfetaminas e alucinogénios, no entanto apresentaram um decréscimo nas anfetaminas de 5,9% para 3,5% (2,4pp) e na cannabis de 19,3% para 13,3% (6pp), sendo, em 2017, a segunda região com menor prevalência do consumo de cannabis nos últimos 30 dias.

 

“São indicadores animadores, porque sabemos que é na infância e juventude que se estabelecem hábitos que vão perdurar ao longo de toda a vida, e isso só confirma a convicção de que é nestas idades que devemos centrar esforços na intervenção”, afirmou.

 

O Secretário Regional considerou que a mudança de estilos de vida é gradual e pode levar anos, atendendo que se trata de alteração de comportamentos geracionais.

 

“Ainda há muito trabalho a fazer para alcançarmos as metas desejadas, mas os resultados demonstram que estamos a seguir um rumo certo e consistente”, frisou, recordando programas e politicas públicas do Governo que estão em curso, como o Plano de Ação de Redução dos Problemas Ligados ao Álcool, o Fórum do Álcool, o Plano de Ação de Combate ao Tabagismo.

 

O estudo sobre comportamentos aditivos e dependências servirá de base à elaboração do Plano de Ação Regional para a Redução dos Comportamentos Aditivos e das Dependências. 

Informação Adicional

  • Fonte: Gacs
 

 

Destaques

  • 1
  • 2
  • 3
 

Top Atlântida

1. MAROON 5
Girls Like You
2. DAVID GUETTA feat. SIA
Flames
3. IMAGINE DRAGONS
Natural
4. LADY GAGA feat. BRADLEY COOPER
Shallow
5. CALVIN HARRIS feat. SAM SMITH
Promises
6. CHEAT CODES feat. LITTLE MIX
Only You
7. LAUV
I like me better
8. TOM WALKER
Leave a light on
9. FREYA RIDINGS
Lost Without You
10. VITOR KLEY
O Sol

Últimas Notícias

 

Live Cam

Inquérito Atlântida

Já alguma vez doou sangue?

 

Pedido de Informações:

Contactos:

  (+351) 296201910
    (+351) 917209720
    (+351) 963232222
  geral@radioatlantida.net

Morada:

Rua Bento José Morais
nº23, Andar: 5º Sul
9500-772 Ponta Delgada
São Miguel – Açores