Radio Atlântida

sexta, 30 setembro 2016 16:21

Tecnologia que permite acesso à Internet em alto mar está a ser testada nos Açores

O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia destacou hoje o "grande potencial” dos Açores enquanto “local privilegiado” para realizar testes e demonstrações de projetos tecnológicos associados à exploração e uso dos oceanos.

Fausto Brito e Abreu falava, ao largo do Faial, a bordo da embarcação ‘Pintado’, do Departamento da Oceanografia e Pescas da Universidade dos Açores, durante uma operação do projeto BLUECOM+, que pretende tornar possível o acesso à Internet em alto mar, a mais de 100 quilómetros da costa, em banda larga e com baixo custo, utilizando tecnologias de acesso normalizadas, como o Wi-Fi e o 4G.

 

O Secretário Regional salientou que este projeto se “reveste de grande importância”, considerando “a dificuldade das comunicações no mar”, bem como o elevado custo das ligações por satélite”, acrescentando que o BLUECOM+ pode constituir-se como “uma alternativa que emprega tecnologia de ponta”.

 

Nesse sentido, manifestou satisfação pelo facto de os investigadores do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC) do Porto, que estão a liderar o BLUECOM+, terem escolhido os Açores para testar este “projeto pioneiro”, valorizando, mais uma vez, o arquipélago como centro privilegiado e único para matérias ligadas ao mar e às comunicações.

 

O BLUECOM+ baseia-se na utilização de balões de hélio ancorados em boias, embarcações ou parques eólicos, que formam uma rede aérea de banda larga a operar nas bandas de frequência libertadas pela televisão analógica (500 MHz), de modo a garantir ligações rádio de longo alcance.

 

Brito e Abreu afirmou esperar que “os Açores possam dar um contributo para que se passe da fase de demostração à fase de implementação do sistema no mundo real”, apontando algumas atividades que podem beneficiar deste projeto, nomeadamente a pesca, a náutica de recreio ou o transporte marítimo, que exigem cada vez mais o acesso a comunicações no mar, bem como a monitorização ambiental e a investigação científica.

 

Nesse sentido, salientou “o expectável aumento de atividades científicas nos Açores, relacionadas com o mar e a atmosfera quando estiver operacional o AIR Center”, o futuro centro de investigação internacional baseado no arquipélago dos Açores.

 

O Secretário Regional do Mar frisou ainda a importância de se continuarem a promover parcerias entre grandes centros de investigação nacionais, como é o caso do INESC TEC, “um dos grandes e mais reconhecidos centros de tecnologia do país”, e a Universidade dos Açores, neste caso o IMAR/DOP, considerado “um polo de excelência em investigação em ciências do mar”.

 

O BLUECOM+ é um projeto coordenado pelo INESC TEC, em parceria com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) e a empresa norueguesa MARLO AS, financiado pelo mecanismo EEA Grants.

 

A operação do BLUECOM+ arrancou quinta-feira no banco Condor, ao largo do Faial, e decorre até sábado, tendo como entidades parceiras a Secretaria Regional do Mar, Ciência e Tecnologia e o Departamento de Oceanografia e Pescas da Universidade dos Açores.

Informação Adicional

  • Fonte: Gacs
 

 

Destaques

  • 1
  • 2
  • 3
 

Top Atlântida

1. MAROON 5
Girls Like You
2. DAVID GUETTA feat. SIA
Flames
3. IMAGINE DRAGONS
Natural
4. LADY GAGA feat. BRADLEY COOPER
Shallow
5. CALVIN HARRIS feat. SAM SMITH
Promises
6. CHEAT CODES feat. LITTLE MIX
Only You
7. LAUV
I like me better
8. TOM WALKER
Leave a light on
9. FREYA RIDINGS
Lost Without You
10. VITOR KLEY
O Sol

Últimas Notícias

 

Live Cam

Inquérito Atlântida

Já alguma vez doou sangue?

 

Pedido de Informações:

Contactos:

  (+351) 296201910
    (+351) 917209720
    (+351) 963232222
  geral@radioatlantida.net

Morada:

Rua Bento José Morais
nº23, Andar: 5º Sul
9500-772 Ponta Delgada
São Miguel – Açores