Radio Atlântida

quinta, 27 setembro 2018 10:24

Serviço de Cardiologia do hospital de Ponta Delgada registou 1 282 internamentos em 2017

Em 2017, o Serviço de Cardiologia do Hospital Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, registou 1 282 internamentos. Destes, mais de 65% dos doentes têm doença coronária e cerca de 25% insuficiência cardíaca. Os dados foram avançados, à Atlântida, pela médica cardiologista Anabela Tavares, nas vésperas do Dia Mundial do Coração. 

 

A especialista referiu que houve um ligeiro aumento nos internamentos, em relação a 2016, adiantando que a estimativa é que no fim deste ano chegue aos 1 300. 

 

Anabela Tavares afirma que este aumento se deve ao facto da doença coronária ou doença cardiovascular ter um aumento da incidência e prevalência nos últimos anos, “não só porque as capacidades de diagnosticar são mais eficientes e, eventualmente, porque as pessoas estão mais alertadas para os sinais e sintomas das doenças e acorrem aos hospitais com mais frequência”.

  

“Falando numa realidade que é muito a deste hospital, mas que acredito que seja a realidade da maioria dos serviços de cardiologia de todos hospitais, a percentagem da maioria dos doentes internados na unidade de cardiologia são, maioritariamente, doentes com doença coronária, mais de 65%”, disse a cardiologista, acrescentando que “seguem-se os doentes com insuficiência cardíaca, com cerca de 20 a 25% que, também, traduz um grau de morbilidade e mortalidade elevada, caracterizada pela falta de ar e que é muito o retrato final de várias doenças”. Anabela Tavares avança, ainda, que “as restantes serão as doenças arrítmicas, as doenças inflamatórias do coração que também têm uma percentagem que acaba por ser reduzida perante este panorama que acabei de referir”.

 

Quanto à mortalidade, a cardiologista afirma que esta se tem mantido, embora “a incidência de doentes com insuficiência cardíaca aumente, porque a população é mais envelhecida e o tratamento atempado e adequado destes doentes com doença coronária permite que haja um aumento da longevidade dos mesmos”.

 

Anabela Tavares salienta que isso se vai traduzir ao longo dos anos por um aumento da mortalidade.

 

“Sabemos que a insuficiência cardíaca é uma doença terminal, mas as taxas de mortalidade têm-se mantido mais ou menos estáveis, em 2016 foi cerca de 2% e, em 2017, andou à volta dos 3%”, disse Anabela Tavares. A cardiologista afirmou que “este ligeiro aumento  tem exatamente a ver com doentes com insuficiência cardíaca numa fase terminal e não propriamente devido à doença coronária, porque, felizmente, a taxa de tratamento e doentes que são tratados eficazmente aquando do síndrome coronário agudo tem tido muito bons resultados e acreditamos que a mortalidade tem diminuído, tal como a mortalidade por enfarte, a mortalidade intra e extra hospitalar, atendendo à boa resposta que temos em termos de tratamento”. 

 

Diabetes, colesterol e hipertensão são os fatores de risco não modificáveis que estão intimamente ligados às doenças cardiovasculares. Diminuir o peso, deixar de fumar e atividade física são os fatores de risco modificáveis e que podem prevenir o aparecimento de doenças do coração.

 

No âmbito do Dia Mundial do Coração, Anabela Tavares deixa a mensagem de que a “nossa atitude deve ser sempre a preventiva”, acrescentando que “todos devemos fazer a promessa de que poderemos ter um futuro mais risonho se controlarmos aquilo que é possível controlar, porque é possível termos menos doença se tivermos cuidado em tratar as nossas outras doenças”. 

 

“O Meu Coração, O Seu Coração” é o lema da campanha deste ano. Adotar um estilo de vida saudável, com base numa alimentação equilibrada, prática de atividade física e controlo dos fatores de risco cardiovasculares são as finalidades da ação para 2018.

Informação Adicional

  • Fonte: Rádio Atlântida
 

 

Destaques

  • 1
  • 2
  • 3
 

Top Atlântida

1. MAROON 5
Girls Like You
2. DAVID GUETTA feat. SIA
Flames
3. IMAGINE DRAGONS
Natural
4. LADY GAGA feat. BRADLEY COOPER
Shallow
5. CALVIN HARRIS feat. SAM SMITH
Promises
6. CHEAT CODES feat. LITTLE MIX
Only You
7. LAUV
I like me better
8. TOM WALKER
Leave a light on
9. FREYA RIDINGS
Lost Without You
10. VITOR KLEY
O Sol

Últimas Notícias

 

Live Cam

Inquérito Atlântida

Já alguma vez doou sangue?

 

Pedido de Informações:

Contactos:

  (+351) 296201910
    (+351) 917209720
    (+351) 963232222
  geral@radioatlantida.net

Morada:

Rua Bento José Morais
nº23, Andar: 5º Sul
9500-772 Ponta Delgada
São Miguel – Açores