Imprimir esta página
quarta, 15 novembro 2017 19:38

Marta Guerreiro garante que reforço do trajeto de crescimento do turismo na ilha Terceira é objetivo do Governo dos Açores

Marta Guerreiro garante que reforço do trajeto de crescimento do turismo na ilha Terceira é objetivo do Governo dos Açores Gacs

A Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo garantiu que a retoma da ligação aérea Madrid-Terceira a partir de 27 de dezembro, hoje anunciada, “corresponde ao objetivo do Governo dos Açores de reforçar o trajeto de crescimento do turismo na ilha Terceira”.

 

Marta Guerreiro falava em Angra do Heroísmo numa conferência de imprensa promovida pela Associação de Turismo dos Açores e pela Portugal Tours, entidade responsável pela comercialização dos vôos.

 

A Secretária Regional salientou que esta ligação está garantida até dezembro de 2018, “em condições mais favoráveis”, permitindo 15% de lugares adicionais, o que “terá impactos muito positivos no número de dormidas que se espera associado a esta operação e, naturalmente, em todas as receitas que lhe estão inerentes”.

 

 

 

A titular da pasta do Turismo afirmou que o Executivo açoriano “tudo fará para apoiar a continuidade do crescimento do turismo da ilha Terceira e dos Açores”.

 

“Tudo fizemos, e tudo faremos, para que a operação se mantenha”, assegurou.

 

Marta Guerreiro realçou ainda que “o turismo proveniente de Espanha assume um peso bastante considerável na Região, já que estamos a falar do terceiro mercado estrangeiro com maior destaque”, dando ainda nota de que este “tem tido um efeito muito positivo para contrariar a sazonalidade, apresentando uma estada média muito próxima dos cinco dias”.

 

“Esta é uma aposta que tem sido ganha e na qual continuaremos a investir”, frisou.

 

“O que nos compete, enquanto Região, e diretamente através da Associação de Turismo dos Açores, é criar as condições promocionais em termos de divulgação do destino e investimento na sua notoriedade nos mercados alvo, neste caso em concreto, no mercado espanhol”, afirmou Marta Guerreiro.

 

Até setembro deste ano, a ilha Terceira registou cerca de 236 mil dormidas, o que corresponde a um crescimento homólogo de cerca de 12% relativamente ao mesmo período de 2016, com 9,6 milhões de euros de proveitos, que crescem 14% face ao mesmo período do ano anterior.

Informação Adicional

  • Fonte: Gacs

Itens relacionados